Saiba mais sobre os nossos protocolos de saúde e segurança para o Covid-19

Desfrute de todas as nossas instalações sem custos adicionais.

Rota a pé – Rota dos Milagres da Nazaré

Independentemente da tua religião, a Rota dos Milagres da Nazaré é um caminho que te permitirá conhecer esta vila piscatória com outros olhos.

Afinal, a riqueza cultural, religiosa e natural da Nazaré são imensas e podes admirá-las ao longo deste percurso de pouco mais de 12 quilómetros.

Se estás a planear a tua próxima viagem à Nazaré, reserva a metade de um dia para esta rota e traz a tua cámara fotográfica para registares cada passo.

Rota dos milagres

Percurso da Rota dos Milagres da Nazaré

O percurso inicia-se em frente ao Santuário de Nossa Senhora da Nazaré, que abriga a imagem da Virgem Negra, trazida de Mérida em 711 e que dá origem à Lenda da Nazaré.

Desces em direção ao Forte de São Miguel Arcanjo por um trilho ao longo das falésias do Promontório, de extrema beleza e riqueza geológica.

No Forte está localizado o Farol da Nazaré, o melhor sítio para observares as mais gigantescas e revoltas ondas que se formam na costa portuguesa.

Depois de admirares a vista do Farol, desce por mais um trilho e por uma antiga escadaria em direção à Praia do Norte, a praia favorita dos amantes do surf.

Ao chegares à orla, segue em por um caminho de 700 metros entre a vegetação das dunas e observa bem as camarinhas. Essa espécie, apesar de estar em vias de extinção, ainda é famosa pelas propriedades nutritivas.

Descobre os detalhes da Rota dos Milagres da Nazaré

No site Walking Portugal podes ver os detalhes de toda a Rota dos Milagres da Nazaré, que termina no ponto de início depois de cerca de cinco horas de caminhada.

Portanto, veste-te confortavelmente, traz repelentes de mosquitos, água e snacks para recarregares as tuas energias.

Afinal, atravessar o Pinhal da Casa de Nossa Senhora da Nazaré, subir e descer o Monte de São Bartolomeu, que abriga a Ermida da Memória, e caminhar pela vila até ao Ascensor da Nazaré pode ser cansativo.

Entretanto, ao caminhares pela Rota dos Milagres da Nazaré podes partilhar com os teus companheiros a icónica lenda que marca essa vila piscatória.

Lenda da Nazaré

Certa vez, o Dom Fuas Roupinho, então alcaide do Castelo de Porto de Mós (atual vila de Porto de Mós), cavalgava enquanto perseguia um veado.

O animal dirigiu-se para o cimo de uma falésia e D. Fuas não se apercebeu que já estava na beira do precipício, até que reconheceu a gruta onde já se venerava a imagem da Virgem Negra. 

O desespero e a fé fizeram o alcaide gritar “Senhora, Valei-me!” e imediatamente o cavalo estacou, com as patas dianteiras suspensas sobre o vazio.

Essa experiência transformou Dom Fuas, que mandou construir uma capela sobre a gruta em memória do milagre – a Ermida da Memória.

Antes de iniciar as obras, os pedreiros desfizeram o altar e encontraram um cofre em marfim com relíquias e um pergaminho.

Segundo os registos, a imagem teria sido venerada desde os primeiros tempos do Cristianismo em Nazaré, na Galileia, terra natal da Virgem Maria. 

A Lenda da Nazaré atravessa as histórias da Ermida da Memória e do Santuário de Nossa Senhora da Nazaré.

Desfruta do patrimônio religioso e de todo o entorno natural dessa vila. Há um Paraíso na Nazaré. Descobre-o.